• Home
  • Touros são torturados e têm seus chifres queimados em festa espanhola

Touros são torturados e têm seus chifres queimados em festa espanhola

0 comments

Por Raquel Soldera (da Redação)

No segundo sábado de novembro, todos os anos, um touro é torturado durante a “celebração” espanhola “Touro de fogo”, em Medinaceli, um município da Espanha localizado na província de Sória, comunidade autônoma de Castela e Leão.

Durante cerca de 23 horas, como em todos os anos, um grupo de jovens locais agarra um touro em nome da tradição e com uma corda retorce seus chifres até conseguir imobilizá-lo em um poste de madeira.

Mas isso é só o começo de uma longa noite para o animal. Em seguida, aproveitam-se de que o animal não pode se mover e colocam duas bolas em seus chifres. Como é feito a cada ano, o touro tenta resistir em vão. Ainda não sabe o que vai acontecer, mas já espera o pior.

Os jovens, então, ateiam fogo nas bolas presas aos chifres e ao redor do animal, e soltam o touro em nome do festejo nacional. O animal se contorce, aterrorizado, e com os olhos abrasados pelo calor das chamas e dos pedaços de brasa que saltam da coroa de espinhos que lhe colocaram.

O fogo brota dos chifres e a fogueira ilumina o rosto de centenas de espectadores, que aplaudem entusiasmados, assim como os governantes do município, que financiam essa tortura pública a um animal.

Imagem: Reprodução/Heraldo de Soria
Imagem: Reprodução/Heraldo de Soria

Essa cena terrível voltou a acontecer, como em todos os anos, neste sábado (14), apesar das 7 mil assinaturas que o Partido Antitaurino Contra os Maus-tratos aos Animais (PACMA) apresentou. Essas assinaturas são provenientes de cidadãos de mais de 90 países, repugnados pela única celebração do touro de fogo que ainda sobrevive em Castela e Leão.

Um vídeo registrou as terríveis cenas de tortura praticada contra o animal.

As assinaturas, reunidas em apenas três semanas, foram entregues na delegação territorial do governo regional em Soria, apoiadas por 150 manifestantes vindos de Bilbao, Madri, Logronho e Valhadolide.

Os manifestantes exibiram nas portas da sede regional vários panfletos com apelos contra os maus-tratos aos animais, entre eles ‘Parem com as touradas’ e ‘Tauromaquia, vergonha nacional’.

Durante o manifesto, o PACMA chamou a atenção para o fato de que, em pleno século XXI, em Medinaceli ainda se queima vivo um animal “como se fosse um herege”.

Com informações do Jornal Público

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Bárbaros!
    Se querem fazer alguma atrocidade contra alguém que façam entre si! Esse tipo de coisa mostra o quanto o ser humano é brutal. Não há como pedir paz para alguém que provoca a violência apenas por diversão.
    Assistir a uma cena dessas deve ser aterrorizante, não consigo imaginar como alguém pode se divertir com isso!

  2. Enquanto algo que se diz “cultura” for baseado na violência, não é digno de ser respeitado. Se não admitimos que nos violentem, por que admitiríamos que outras espécies apreciassem quaisquer gêneros de maus-tratos em nome de tradições idiotas?

  3. É assustador pensar que o ser humano é capaz de cometer atitude tão cruel. Depois o touro é que recebe o nome de animal…Será que não está na hora de rever a nomenclatura???

  4. Os manifestantes deveriam ter ido direto ao ponto. Palavras não funcionaram, então que a manifestação fosse por atos, e, não me venham com esta conversa de que violência não resolve, pois se tivesse havido confronto, o escândalo teria sido tamanho,a repercussão tão barulhenta que aí sim, haveria algum resultado efetivo. Gente, francamente, ficaram olhando, sabiam o que ia acontecer, deixaram acontecer e depois filmam e se lamuriam? Caramba, vamos a luta, se é ao que se propõe!!!!Tinham que ter ido lá e defendido o coitadinho. Francamente, tem horas que só a pancadaria funciona, infelizmente.O animalzinho é que se “ferrou”!

  5. sinto muita vergonha da raca humana! capaz de tanta brutalidades.pra acabar com essa barbaridade tinha que acender chamas e queimarem a cabeca desses palhacos tambem.

  6. Cara… que horror, e por isso que eu tenho mais pena dos bichos do que das pessoas!!!
    por isso que eu não cinto pena quando um touro enfia o chifre no rabo de alguem ou quando alguem e vitiva de um touro!! eles maltratam o bixo!

  7. CAMBADA DE ANORMAIS!!! DEVIAM ERA FAZER ISTO Á FAMILIA, FILHOS ETC…..SE O FIZESSEM GASTAVA O QUE FOSSE PRECISO PARA VER ESTE ESPETACULO COM OS ANORMAIS DE CERTOS E DITOS “HUMANOS”!

  8. touradas são mesmo a vergonha e desgraça da Espanha. lembro que touradas foram criadas primeiramente pelos gregos antigos. e lá eles não matavam os touros .apenas faziam acrobacias no lombo e nos chifres do touros.NÃO MATAVAM COM SE FAZ NA ESPANHA. touradas. tradição diabolica. demoniaca. sadica . esse pessoal que organiza as touradas e matam os touros . vão para o inferno certamente.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>