• Home
  • Mais de 40 animais vítimas de maus-tratos são resgatados, nos Estados Unidos

Mais de 40 animais vítimas de maus-tratos são resgatados, nos Estados Unidos

0 comments

Por Joana Bronze (da Redação)

Uma senhora de 65 anos em Maine, nos Estados Unidos, mesmo tendo sido condenada por maus-tratos a animais em 2005 e impedida de tutelar animais pelo resto de sua vida, possuía um zoológico em sua casa com mais de 40 animais, em condições degradantes.

Um vizinho denunciou o caso para a PETA. Depois de muitos negarem, localizaram um promotor público que estava disposto a processar a mulher, desde que pudesse obter as provas necessárias.

Em seguida, um soldado concordou em visitar a propriedade da mulher. Ao contar à senhora que ele tinha um mandado de prisão, ela o atacou com uma arma de choque em sua cabeça e pescoço. Quando ela se recusou a largar a arma, o soldado usou spray de pimenta para dominá-la, algemá-la, e depois chamou reforços.

Agentes de controle animal encontraram mais de 40 animais em sua propriedade, incluindo cães, gatos, papagaios, galinhas, patos, burros e porcos. Quase todos os animais estavam em gaiolas. Os animais foram enviados para abrigos em todo o estado e a senhora está detida à espera de fiança.

Você saberia se alguém em sua vizinhança mantivesse em seu quintal vários gatos maltratados, ou se alguém tivesse uma multidão de cães negligenciados, sofrendo e latindo sem parar.

Todos precisam saber que uma pessoa que faz isso tem a grande possibilidade de ser mentalmente doente, com uma compulsão para adquirir “coisas” ou animais.

Essa patologia psiquiátrica, chamada de Hoarding, é caracterizada por uma excessiva acumulação e retenção de coisas e/ou animais até eles interferirem no dia a dia, como o cuidado com a casa, saúde, família, trabalho e vida social. Hoarding é, muito frequentemente, um sintoma de uma doença mental mais grave.

Estas pessoas, chamadas de “hoarders” (acumuladores, em tradução livre), não se preocupam verdadeiramente com o bem-estar do animal, nem tentam encontrar lares amorosos para eles. De fato, eles costumam resistir a qualquer esforço para fazê-lo. Neste caso, mais de 40 animais poderiam ter morrido de negligência e acometidos por doenças, se não fosse a intervenção policial.

Uma pessoa que acredita que os animais são “coisas” não ama os animais mais do que qualquer “hoarder” que preenche a sua casa com o lixo ama seu lixo.

A grande diferença é que as caixas de pizza vazias e garrafas de cerveja não sofrem ou morrem por negligência, mas os animais sim.

Com informações de PETA

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>