• Home
  • Prefeituras implantam chips em cães para evitar abandono e maus-tratos

Prefeituras implantam chips em cães para evitar abandono e maus-tratos

0 comments

Para evitar abandono e maus-tratos, as prefeituras do país estão aderindo ao implante de microchips em cães. Em Florianópolis (SC), cem animais receberam o dispositivo na quarta (28).

O chip ainda não é obrigatório, mas todos os cachorros que saem do Centro de Zoonoses da cidade recebem o equipamento, que é menor que um grão de arroz.

A partir do início do próximo ano, todos os cães que passarem pelo centro receberão a peça, onde constam informações do animal e de seu tutor.

No início deste ano, um projeto de lei que prevê a obrigatoriedade do chips em todos os animais domésticos foi encaminhado para a Câmara Municipal de Florianópolis. Medidas parecidas também estão sendo tomadas em Curitiba e no Rio Grande do Sul.

Para a diretora de Bem-estar Animal da Prefeitura de Florianópolis, Maria da Graça Dutra, o abandono de animais é uma questão “calamitosa” e uma das medidas para inibi-lo é a identificação eletrônica dos tutores. Uma vez constatado o abandono, o responsável pode ser punido com multa e até prisão.

“Não revelamos onde o chip está sendo implantado porque existem pessoas más que podem tentar tirá-lo da pele do cão”, disse Dutra.

Outras cidades

A Prefeitura de Curitiba (PR) também se articula para começar a instalação do material nos animais. Inicialmente, apenas os animais de tutores interessados que pagarem o valor do microchip receberão o dispositivo. Depois, a oferta deve ser ampliada.

No último mês, foi sancionada no Rio Grande do Sul uma lei que obriga a implantação de chips nos cachorros do Estado. A medida passa a vigorar daqui a dois meses.

Belo Horizonte (MG) já adotou a obrigatoriedade do chip em pit bulls há dois anos, quando uma portaria da Secretaria Estadual de Defesa Social disciplinou a criação da raça. Mais de 2 mil já receberam o equipamento.

Fonte: Circuito MT


Nota da Redação:
É triste observar a necessidade de monitoração e controle rígido para que alguns tutores não abandonem ou maltratem os animais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>