• Home
  • Investigação coletiva expõe o sofrimento de animais em laboratórios israelenses

Investigação coletiva expõe o sofrimento de animais em laboratórios israelenses

0 comments

Tradução por Lobo Pasolini (da Redação)

Como parte de uma campanha para mostrar o que acontece em laboratórios em Israel, câmeras ocultas foram instaladas em grandes institutos que conduzem experimentos em animais: Hebrew University, Tel Aviv University, Bar Ilan University, Ben Gurion University, Haifa University, Weizmann Institute e o Technion.

Meio milhão de animais inocentes são presos em laboratórios e levados para incineradores depois de serem torturados em laboratórios. Os animais são usados como ferramentas nas mãos de experimentadores que se escondem atrás das portas fechadas dos laboratórios.

É importante expor para a população o que está sendo feito dentro dos laboratórios. É importante mostrar ao grande público o tratamento degradante de animais indefesos, as feridas nos seus corpos e suas mentes, as condições deploráveis e o abuso ao qual eles são submetidos dentro dos laboratórios.

Mãos humanas destruindo vidas (Imagem: Reprodução/Animal TV)
Mãos humanas destruindo vidas (Imagem: Reprodução/Animal TV)

Nós examinamos os artigos publicados com base nos experimentos documentados e a verdade nua se mostrou aos nossos olhos. Todos esses experimentos estão classificados como um “estudo básico”, “tentativa e erro”, sem nenhuma conexão com saúde humana, quase todos completamente sem significado algum.

Nós estamos aqui para revelar a verdade, para garantir que o público saiba o que é a pesquisa biomédica em Israel em pleno século XXI: arcaica, cruel, não científica, desperdiçada e suja. Fileiras sem fim com pequenos contêineres contendo ratos, camundongos e coelhos europeus, alguns deles trancados dentro de armários, como se fossem aparatos domésticos.

Imagem: Reprodução/Animal TV
Imagem: Reprodução/Animal TV

Procedimentos invasivos em animais completamente conscientes, amputação de órgãos com tesouras; uso de embriões como se eles fossem apenas matéria-prima e muito mais. As imagems poupam o espectador do mau cheiro dentro dos laboratórios.

Os animais merecem um tratamento melhor. Nós, cidadãos, devemos exigir uma transição para métodos de pesquisa avançados, científicos, confiáveis e, sobretudo, éticos. Nós devemos exigir o fim da exploração animal em laboratórios experimentais.

Assista ao vídeo da investigação feita sobre as torturas nos laboratórios, clicando aqui (cenas impactantes).

Fonte: Animal TV

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. nem consegui assistir tudo, a parte do guilhotinamento me fez mal, imensamente mal. Não consigo compreender, entender que os motivos de tanta maldade, tanto sadismo e sandice.
    Estamos no século 21 e a cena da guilhotina me remete a decapitação da era feudal, Henrique VIII e por aí segue!
    Ratos são animais dóceis, inteligentíssimos – a ponto de reconhecer cada um da casa – afetuosos e alegres (só vi rato, por isso mencionei eles, contudo, todos os animais são e merecem respeito).
    Fica impossível que alguém ou algum laboratório tente explicar-me que aí, nessas cenas dignas de horror e psicopatia, há conceitos científicos.
    Maldade pura!

  2. A vivissecção em si é puro ato de sadismo. Acredito que reside aí, o lado mais cruel e desumano da chamada ‘humanidade’. Nem que fosse para salvar toda a espécie humana eu aceitaria esse tipo de coisa. São seres inocentes, indefesos e que nunca nos contarão o que é feito com eles nas mãos desses sádicos cruéis seres humanos.
    Para mim nenhuma pesquisa científica em laboratórios justificaria o que é feito nesses lugares. Nós nunca tivemos esse direito.
    Precisamos nos unir para acabar com isso!

  3. Os israelenses estão se tornando nazistas?!!!Ou, então, sinceramente não sei o que é pior, para não perderem os seus “digníssimos” empregos, e, até, quem sabe, querendo algum “prêmio” do tipo Nobel, mantêm estas atrocidades.Será que eles sofrem de amnésia? O que foi mesmo o Holocausto? É!Não é o Elvis que continua vivo não, gente!É o Hitler!

  4. Engraçado a memória desses cientistas judeus:Eles são tão crueis e ainda mais covardes que Mengueli e outros que participaram de testes em judeus na segunda grande guerra, pois os humanos ainda podiam reagir, nem que fosse suicidio, em ultimo caso.Ja estes pobres animais sofrem ate o fim por nada.Esses cientistas bem que poderiam ter sido torturados e mortos.Esses sim, mereciam.Pelo fim do holocausto animal!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>