• Home
  • Reserva no Paraná é o último refúgio de diversas espécies ameaçadas

Reserva no Paraná é o último refúgio de diversas espécies ameaçadas

0 comments

A Reserva Biológica das Perobas, localizada no interior do Estado do Paraná, entre os municípios de Tuneiras do Oeste e Cianorte, representa o último refúgio de fauna do norte do estado e serve de abrigo para diversas espécies de animais que se encontram ameaçadas de extinção. 

De olho nos pontos mais altos da floresta, os pesquisadores procuram principalmente gaviões. Já conseguiram registrar duas aves raras. O urubu-rei, que voa majestoso, e o gavião-pato, uma ave ainda mais rara.

O número de gaviões-pato vivendo na reserva é pequeno. Por isso, é tão difícil conseguir encontrá-los. A descoberta de um deles na mata é considerada uma vitória. Há anos não havia registro de gaviões-pato no Paraná.

Carcará
Carcará

Até agora, 14 aves dessa espécie já foram catalogadas na reserva, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Mas o rei do pedaço é o popular carcará. Ao contrário dos outros, o gavião deixa as alturas para desfilar no chão. Um deles até se exibe para voar e voltar para a reserva, que é o refúgio mais seguro desses animais.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta para Ivan Pedro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ontem à tarde em meu trabalho, vimos dois carcarás andando na parte de trás do prédio, um deles se aproximou da porta de emergência que é de vidro e ficou olhando para dentro.
    Minha cidade é Campinas e a empresa é no Distrito de Barão Geraldo – próximo à uma reserva de mata atlântica chamada Mata Santa Genebra – não tenho conhecimento se a espécie é comum daqui da região, mas temos ouvido muitos desses pássaros por aqui, agora, ver de tão perto como ontem para identificar a espécie foi a primeira vez.

  2. Pela foto identifiquei 2 gaviões-pato,no telhado de uma casa, no jardim textil, Zona Leste,como tratasse de ave rara deve ter fugido de algum cativeiro, pois estou em um bairro movimentado.

  3. Olá, tenho nove anos, e moro em Turvo, no interior do paraná,tenho visto muito destes gaviões por aqui, mais eu pesquisei no google gavião pato, e só apareceu esse da foto na pesquisa e a Dulceny escreveu Carcara e eu pesquisei no google, e os que tem por aqui são realmente carcaras, só que eu não sei se carcara e gavião pato é a mesma coisa ta??

    Abraços, Ivan

  4. Tem um casal de gavião Pato que de vez em quando posam perto do meu predio, ja tirei algumas fotos, durante 1 semana ja posaram 2 vezes aqui bem pertinho, no predio em frente em cima da antena e num outro predio mais distante, eu moro na Vila da Penha no Rio que fica na Capital centro urbano.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>