• Home
  • Leishmaniose afeta cada vez mais cães em Portugal

Leishmaniose afeta cada vez mais cães em Portugal

0 comments

A leishmaniose afeta 110 mil cães em Portugal e torna-se mais grave com o calor, segundo o Observatório Nacional das Leishmanioses. A doença é transmitida pelo mosquito hospedeiro intermediário flebótomo e pode afetar os tutores dos animais.

O período de incubação depende da gravidade do caso, mas tanto pode ser entre 10 e 25 dias, quanto chegar a até um ano. Depois deste período, podem surgir escaras pruriginosas na pele do animal, provocando sensação de calor e dor.

Um dos primeiros sinais da manifestação da doença é a inflamação dos gânglios próximos ao local da picada do mosquito. As lesões internas provocadas pela doença provocam o aumento do volume do baço, febre e dor abdominal.

No Dia Mundial do Animal (04/10, domingo passado) duas entidades de proteção se associaram a uma empresa farmacêutica e realizaram uma campanha de apelo à medicina preventiva para a doença.

Segundo o Correio da Manhã, todos os anos a doença provoca o aumento do número de animais abandonados.

Fonte: Fábrica de Conteúdos

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>