• Home
  • Cães especiais recebem cuidados e encontram um novo lar

Cães especiais recebem cuidados e encontram um novo lar

0 comments

Olhar esperto, latido firme e lambidas bem molhadas. Ninguém acreditaria que Chico e Max conseguiriam demonstrar tanto amor e tanta vitalidade há dois meses. Os cães foram encontrados abandonados nas ruas de Bauru com lesões na coluna causadas por atropelamento. A vida dos animais se deve a duas famílias e muitos “anjos da guarda” que os adotaram e tiveram como meta sua recuperação.

A história da reabilitação de Chico começou há um mês, quando a esteticista canina Leandra Marquesini Bonfim encontrou o animal paraplégico e com anemia profunda jogado em uma rua da Quinta da Bela Olinda.

A corrida em busca de veterinários começou no dia seguinte, mas os profissionais de Bauru não fazem cirurgia na coluna e alguns até aconselharam eutanásia. A esperança de Chico estava na cidade vizinha, Lençóis Paulista, onde um veterinário estava habilitado para fazer o procedimento.

O cão teve uma placa de metal acoplada à sua coluna e, com isso, já teve muitas melhoras. Hoje, Chico consegue ficar sentado, mas ainda precisa de acompanhamento 24 horas por dia, pois não consegue fazer suas necessidades e sua tutora precisa comprimir sua bexiga, pelo menos, cinco vezes diariamente.

Leandra não reclama. Para ela, isso tudo é um grande aprendizado. “Eu ganhei muito mais ao adotar o Chico do que ele de me ter como guardiã. Ele é um exemplo de vida. Depois dele, parei de reclamar de coisas pequenas. O que é uma dor de dente diante de tudo o que ele passou?”, comenta.

Leandra, Chico e os outros 19 animais da família agora estão em contagem regressiva. Daqui a menos de um mês o cãozinho vai ganhar sua cadeira de rodas, e com ela, sua liberdade de locomoção de volta.

A recuperação de Max foi muito semelhante. A farmacêutica Ana Paula Rivaben Nabas encontrou o bichinho embaixo de um viaduto na Vila Cardia, e o levou para fazer a cirurgia em Londrina, no Paraná.

Após o procedimento, Max foi adotado por um casal de amigos de Ana: Rejane Moreno Domingues e Fernando Almeida Louzano. Depois de dois meses de muita luta, o cão corre em alta velocidade sobre suas duas patas e as duas rodas de sua cadeira.

Para coroar esse recomeço, Chico, Max e cerca de 30 amiguinhos receberam, ontem à tarde, uma bênção do Frei Jorge Luiz Maoski, na Paróquia de Santo Antônio, na Bela Vista. A celebração foi uma homenagem ao Dia de São Francisco de Assis, protetor dos animais, que é comemorado hoje. No dia 4 de outubro também se comemora do Dia Mundial do Animal e o Dia Nacional de Adotar um Animal.

Durante todo este tempo, as famílias que adotaram os animais tiveram apoio de diversas ONGs bauruenses, dentre elas a Naturae Vitae e o Instituto Vida Digna, e da equipe do site maniadecao.com.br. Essa ajuda foi fundamental para conseguir custear os tratamentos dos animais.

Fonte: JCNET

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>