• Home
  • Caça preocupa Instituto Florestal do Cunene, Angola

Caça preocupa Instituto Florestal do Cunene, Angola

0 comments

O diretor provincial do Instituto de Desenvolvimento Florestal no Cunene, Abel Jamba, afirmou hoje, em Ondjiva, estar preocupado com o aumento de caça clandestina nos municípios da Cahama e Cuvelai, província do Cunene.

De acordo com o responsável, a caça clandestina é um fato, porque continua a registrar-se o abate de elefantes, onças e outras espécies, visando ao aproveitamento da carne para ser comercializada nos mercados locais e na Namíbia. Segundo informou, o IDF tem tomado medidas por meio do grupo de fiscalização, embora o número de fiscais seja reduzido.

Disse estarem trabalhando em programas de sensibilização das pessoas, por intermédio das autoridades tradicionais, administração comunais e municipais, no sentido de transmitir à população a necessidade da prevenção da fauna.

Quanto às ações de fiscalização, revelou existirem apenas 17 fiscais que não conseguem fazer a cobertura da província, prevendo-se ainda para o próximo ano a integração de mil e 200 efetivos que estão sendo formados com base no programa do instituto.

A caça foi proibida em 2006, a partir de um despacho do então Ministério da Agricultura e do Desenvolvimento Rural.

Fonte: Angop

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>