• Home
  • Cão morre abandonado em uma empresa, no PR

Cão morre abandonado em uma empresa, no PR

6 comments

Foto: Divulgação/SPAC
Foto: Divulgação/SPAC

A Sociedade Protetora dos Animais de Curitiba (SPAC) não conseguiu salvar um cão da raça rottweiler abandonado numa empresa junto à Linha Verde, no bairro do Prado Velho, em Curitiba. A SPAC recolheu o animal no último sábado (26), após um denunciante anônimo informar que o cão estava caído no terreno de uma empresa desde o dia anterior e que ninguém aparecia há dias.

Segundo a SPAC, o cão já estava em choque e foi retirado do terreno. O responsável pela empresa, que apareceu em seguida, teria tentado impedir que o animal fosse levado e ameçado a equipe que resgatou o cão por invasão de domicílio. Mesmo assim, o cachorro foi levado à sede da SPAC, e o responsável pela empresa convidado a acompanhar a equipe.

Duas veterinárias constataram que o cão tinha infecção ocular, atrofia muscular, estava muito abaixo do peso ideal, dispnéico e com muita dor abdominal. Recebeu os primeiros socorros, mas não resistiu e morreu na madrugada de domingo (27).

Segundo a SPAC, um laudo do Hospital Veterinário São Bernardo constatou o estado avançado de desnutrição do cão. O responsável pela empresa não apareceu para visitar o animal no domingo.

O caso foi registrado em boletim de ocorrência na Delegacia do Meio Ambiente. O crime de maus-tratos a animais silvestres ou domésticos tem pena de três meses a um ano de detenção prevista pela Lei Federal de Crimes Ambientais.

Fonte: Bem Paraná

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Meu Deus… Agora esse ‘responsável’ vai colocar outro cãozinho no lugar e fazer a mesma coisa. Essa impunidade é que estimula tanta crueldade!

  2. Passados 70 anos do Holocausto e nada foi aprendido. Repetimos, insistentemente, os campos nazistas com pobres animais, abandonados a míngua, com fome e sede. Esse cão só foi ter uma morte menos indigna porque forçaram, já que se arriscam a responder por invasão.
    Covardia. O “usar” uma vida animal como se ela valesse nada, menos que droga.

  3. Meu Deus que tristeza, o pobre animal morreu de fome, lamentavel.
    Mas o pior de tudo, o culpado por essa barbaridade vai ficar impune como sempre.

  4. nenhuma novidade esse crime! tem sido recorrente o uso de cães pra “guardar” patios de empresas, fábricas, lojas… pra isso seus tutores (rresponsaveis) deixam os pobres sem água, sem alimento e na maioria das vezes confinado durante o dia, para só apenas a noite solta-los. a essas alturas, obviamente, eles estao alucinados de sede, de fome…. Sem se falar nisso aí… eles sao simplesmente abandonados como se fossem eletrodomesticos velhos, pra descarte, por pura crueldade!! revoltante ler noticias assim!! nojo da raça humana!

  5. É por isso que eu Não DÔO cães a quem me pede os bichinhos “para guarda”. Seja lá onde fôr, o tratamento dado aos cães de trabalho é infame, cruel e desumano. Pretende-se que eles cuidem do patrimônio e das vidas humanas e não lhes dão a justa contra-partida, ou seja, abrigo, água, comida e todos os cuidados que um cão necessita.
    FORCA PARA ESSE IRRESPONSÁVEL DONO DA EMPRESA, E PARA TODOS QUANTOS PRATICAM CRIMES SEMELHANTES!

  6. Enquanto não existirem PENAS VERDADEIRAS para gente desta laia, a crueldade irá continuar. Mas com a força um a um dos protetores em denunciar, esses “seres” serão descobertos, pois não hámaldade que perdure ! Há mais gente de bem do que do mal, senão o mundo estaria dominado ! Mas estamos aqui e vamos incomodar MMMMUUUUIIIITTTTOOOO !!!!!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>