• Home
  • Lobo ameaçado de extinção é atropelado na BR-163

Lobo ameaçado de extinção é atropelado na BR-163

0 comments

Um lobo-guará adulto, espécie ameaçada de extinção, foi pego machucado hoje cedo pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), perto da ponte do rio Piquiri, em Coxim, cidade distante 300 quilômetros de Campo Grande. O animal quebrou uma das patas após ser atropelado por um veículo não identificado.

lobo-guara
Foto: Flickr

Os policiais dominaram o bicho, que recebeu atendimento veterinário depois. O lobo será levado para Campo Grande, onde será cuidado no Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres).

O lobo-guará é um canídeo grande e de aspecto elegante, que tem como habitat natural a América do Sul. É um animal exclusivo do cerrado e sua aparência assemelha-se mais à de uma raposa que de um lobo. Isso decorre de suas pernas longas e finas.

De acordo com a bióloga Kátia Cassaro bióloga, seus hábitos são exclusivamente noturnos; eles passam toda a madrugada embaixo de árvores, esperando que as frutas caiam.

“Solitários, eles se juntam, no máximo, aos pares. Essa característica é a principal diferença, além da física, dos lobos europeus que vivem em matilhas e são bem mais agressivos”, afirma a bióloga.

A sua alimentação é variada: comem desde pequenas cutias, pacas, aves, répteis, até frutas, mel, cana-de-açúcar, peixes, moluscos e insetos. Vivem, em média, 13 anos.

Ainda de acordo com Kátia, eles são selvagens, mas medrosos. O guará evita lugares mais habitados e raramente ataca carneiros ou cabras dispersos no mato; sua especialidade é capturar galinhas junto às casas mais isoladas. “Muitos exemplares foram mortos quando capturavam galinhas”, explica.

Mesmo solitários, seus gritos podem ser ouvidos a grandes distâncias. E, segundo estudos, foi devido ao som de seus uivos, interpretado pelos indígenas como “Gua-á gua-á”, que o Chrysocion brachyururs, espécie única do gênero em toda a América Latina, foi chamado no Brasil de lobo-guará.

Fonte: Midiamax

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>