• Home
  • Rodovia de SP é interditada para remoção de onça ferida

Rodovia de SP é interditada para remoção de onça ferida

1 comments

Uma onça sussuarana foi atropelada no início da manhã desta segunda-feira (14) no sentido São Paulo da Rodovia Anhanguera. Segundo a concessionária AutoBan, o acidente ocorreu por volta das 6h, na altura do km 70, em Louveira, a 71 km de São Paulo.

A onça ficou ferida, mas sobreviveu e foi resgatada do local por equipes da concessionária, do Corpo de Bombeiros e veterinários. Ela foi encaminhada para a ONG Fundação Mata Ciliar, que fica em Jundiaí, a 58 km da capital paulista.

Imagem: Reprodução/G1
Imagem: Reprodução/G1

A AutoBan não soube informar que veículo atingiu o animal. A pista sentido São Paulo ficou totalmente bloqueada por cerca de 10 minutos para a retirada da onça, e o congestionamento chegou a 9 km no local. Às 9h50, os motoristas ainda enfrentavam como reflexo 4 km de filas, do km 74 ao km 70.

A onçafoi avaliada pelas veterinárias da Organização Não Governamental (ONG) Associação Mata Ciliar. Segundo a veterinária Karen Cristine Bueno, trata-se de um macho jovem, de pouco mais de 1 ano de idade.

“Ele sofreu cortes profundos na boca e na língua e uma fratura no dente canino. Devido a esta fratura, a onça vai precisar ser submetida a um tratamento de canal com um especialista”, disse Karen. Segundo ela, o animal inicialmente foi sedado, mas no momento “está dormindo”. Além disso, o felino sofreu escoriações, mas sem gravidade.

As veterinárias Karen Cristine Bueno (E) e Pollyana de Lima Pires levam onça parda para enfermaria da ONG Associação Mata Ciliar em Jundiaí, a 58 km de São Paulo (Foto: Elcio Alves/AAN)
As veterinárias Karen Cristine Bueno (E) e Pollyana de Lima Pires levam onça parda para enfermaria da ONG Associação Mata Ciliar em Jundiaí, a 58 km de São Paulo (Foto: Elcio Alves/AAN)

A principal preocupação das veterinárias é com a completa recuperação do dente antes da reintegração da onça à natureza. “(O canino) É um dos principais com o qual ele mata suas presas para se alimentar”, explicou. Depois disso, a dificuldade será encontrar um local adequado para reintegrá-la à natureza.

“Na região onde ele foi atropelado não será possível, devido ao risco de ser atropelado na rodovia novamente. Teremos de fazer um estudo detalhado de alguma outra região com uma área verde maior que permita a este animal se adaptar e não se expor ao buscar alimento, já que está no topo da cadeia alimentar”, finalizou.

Com informações de G1

Nota da Redação: A cada dia diversas espécies animais perdem seus habitats naturais em razão do desmatamento para a construção de condomínios, entre outros motivos. A pobre onça é mais uma vítima da invasão humana, do crescimento desordenado e irresponsável da sociedade.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>