• Home
  • Filhote de coruja que não conseguia voar chamou a atenção em praça de Joinville

Filhote de coruja que não conseguia voar chamou a atenção em praça de Joinville

0 comments

Um filhote de coruja assustado e um tanto desajeitado atraiu atenção de quem passava pela praça Nereu Ramos, no Centro de Joinville, em Santa Catarina. Pousada em um banco, a ave conquistou o público com os olhos amarelos arregalados. Ela estava com dificuldade para voar e era observada por outra coruja – a suposta mãe – do alto de uma árvore.

O veterinário Juliano de Souza Liz, do Zoobotânico de Joinville – para onde a coruja foi levada – não constatou lesões no bicho.

Ele e a bióloga Magali Sueli Larsen consideram que o filhote não podia voar naquele momento porque estava cansado de um voo mais longo. “Mas a ave está bem e, apesar de filhote, já sabe fazer uso das asas”, disse a bióloga.

Mesmo sem ferimentos, a coruja vai ficar no zoobotânico por tempo indeterminado. “Ela vai ser alimentada e ficar ali até ter mais condições de se virar sozinha na natureza. O veterinário fará novas avaliações ao longo do tempo para dizer se ela está pronta para ser solta”, explica.

Para Magali, a ave tem tudo para ser uma coruja orelhuda, de um gênero comum em todo o Brasil. O que deixa dúvida é a coloração, mais escura que o normal da espécie. “Por ser filhote, ainda é difícil dizer com precisão a espécie e os hábitos dela”, afirma.

A ave, símbolo da sabedoria, foi avistada logo cedo por populares e recolhida pela Polícia Ambiental. Para o vendedor Luiz Carlos da Silva, que se juntou aos curiosos encantados com a ave, a coruja foi um presente da natureza em pleno ambiente urbano de Joinville.

Fonte: A Notícia

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>