• Home
  • Polícia Ambiental resgata baleia morta na Praia da Galheta em Florianópolis (SC)

Polícia Ambiental resgata baleia morta na Praia da Galheta em Florianópolis (SC)

0 comments

Equipes da Polícia Militar Ambiental iniciaram, na manhã desta quinta-feira, o resgate de uma baleia morta no costão da Praia da Galheta, no Leste da Ilha, em Florianópolis (SC).

O animal, um macho adulto da espécie minke anã, está no fundo da água, a cerca de cinco metros de profundidade, no costão esquerdo da praia. As causas da morte ainda são desconhecidas.

De acordo com a bióloga Audrey Amorim, do Projeto Baleia Franca, o animal mede 6,5 metros de comprimento e já está em estado avançado de decomposição.

Ainda há dúvida sobre o local em que o animal será enterrado, se na Praia da Galheta ou na Praia Mole (ao lado da Galheta), segundo o policial ambiental Cleber Machado, do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) em Florianópolis.

Dificuldade de acesso

A dificuldade de acesso à Galheta, onde é impossível chegar com uma retroescavadeira — normalmente utilizada para enterrar as baleias que morrem no litoral catarinense — prejudica a ação.

São cogitadas duas possibilidades: puxar a baleia para a faixa de areia e enterrá-la no local ou rebocar animal, com o uso de uma embarcação, para a Praia Mole, vizinha à Galheta, onde é possível chegar com a máquina.

O trabalho de remoção também é acompanhado por biólogos do Instituto Chico Mendes, que farão a coleta de tecidos do animal para tentar determinar a causa da morte.

Uma equipe de limpeza pública da Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) auxilia nos trabalhos.

Fonte: Diário Catarinense

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>