• Home
  • Atividade humana pode provocar encalhes de baleias

Atividade humana pode provocar encalhes de baleias

0 comments

Causas naturais, mas também atividades humanas, poderão ter levado um grupo de baleias de bico a encalhar na Praia da Vitória, Terceira, e na Praia do Almoxarife, Faial, em Portugal, num espaço de poucos dias, disse hoje um especialista. “Este tipo de encalhe pode ter causas naturais, ligadas a patologias diversas”, admitiu Rui Prieto, biólogo do Departamento de Oceanografia e Pescas, da Universidade dos Açores, em declarações à Lusa.

O investigador, especialista no estudo dos cetáceos, frisou, no entanto, que “nos últimos anos, em algumas situações, os encalhes em massa de baleias de bico têm estado relacionados com atividades humanas”. A realização de “manobras militares navais” e atividades de “prospecção sísmica” foram dois exemplos adiantados pelo especialista.

Um grupo de quatro baleias de bico, por razões ainda não esclarecidas, entrou terça-feira no Porto Oceânico da Praia da Vitória, na Terceira, tendo uma delas acabado por morrer no areal, enquanto as três restantes conseguiram regressar ao mar, duas na quarta-feira e a outra no dia seguinte.

Algumas horas mais tarde, três baleias de bico foram encontradas no areal da Praia do Almoxarife, no Faial, onde morreram. As autoridades admitem que se possa tratar dos mesmos animais, mas, sem a conclusão das análises, preferem não garantir.

“Os dois casos vão ser estudados, não só para determinar a causa da morte das baleias, mas também para estabelecer se existe alguma ligação entre eles”, frisou Rui Prieto.

O investigador recusou, por isso, apontar uma possível causa das mortes, considerando que “é cedo para adiantar teorias sobre eventuais causas destes arrojamentos”, salientando que “podem ter apenas causas naturais”.

Na sequência dos encalhes na Praia da Vitória, João Pedro Barreiros, especialista em comportamento animal, admitiu à Lusa que pode ter sido consequência do ruído provocado pelos barcos, já que se trata de animais “muito sensíveis” ao barulho, que os pode desorientar.

Esta teoria parece não ter, no entanto, fundamento no caso dos arrojamentos ocorridos na Praia do Almoxarife, já que neste local do Faial não existe movimento de embarcações, nem ruídos que possam desorientar os animais.

As baleias de bico, que medem cerca de cinco metros em adultas, habitam no Atlântico Norte em águas profundas, onde se alimentam.

Apesar de serem “animais tímidos”, Rui Prieto revelou que estão a ser avistados cada vez com maior frequência em águas açorianas.

Fonte: Diário Digital /Lusa

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>