• Home
  • Capital não tem onde pôr cães e gatos abandonados

Capital não tem onde pôr cães e gatos abandonados

1 comments

No limite da capacidade, abrigo municipal conta com adoções para solucionar problema Município chegou a recolher 12 mil animais em 2007; até junho deste ano, foram 983.

No Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da capital, há 450 cães e gatos com carinha de piedade. Do lado de fora, milhares estão na rua. No limite da capacidade, a prefeitura não tem espaço para receber mais animais abandonados.

Até março de 2008, o CCZ recolhia cerca de mil animais por mês. Desde então, o recolhimento caiu, em média, 80%. A queda é impacto de uma lei estadual que proibiu, em 2008, a eutanásia de cães e gatos sadios.

Após a medida, animais devem ser acolhidos até serem adotados ou morrerem naturalmente. Com a mudança, até junho deste ano foram apreendidos 983 animais, contra 4.840 em todo o ano passado. Em 2007, o volume chegou a 12.372.

“Precisamos de espaço para trabalhar com eles. Não basta colocá-los aqui”, afirma a gerente do CCZ, Ana Cláudia Furlan Mori.

A prefeitura não sabe quantos animais abandonados existam na capital, mas dados de ONGs estimam em cerca de 500 mil animais.

Considerado medida de saúde pública, o tratamento de cães e gatos de rua evita a transmissão de doenças, como sarna e toxoplasmose, aos seres humanos.

Adoção

Para resolver parte do problema, a prefeitura lançou o Programa de Proteção e Bem-Estar de Cães e Gatos.

Os principais objetivos do programa são incentivar a adoção de animais, combater o abandono e ampliar o número de castrações, de 41 mil para 100 mil por ano.

Os R$ 9,2 milhões anunciados para a ação serão usados em campanhas e para reforma do CCZ. Além disso, o centro vai fazer parcerias com ONGs e entidades para ampliar o atendimento. “A ideia é que mais pessoas adotem. Assim, só receberemos animais em risco”, disse.

Fonte: Destak

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. é preciso Leis mais severas sobre a questao do abandono! enquanto isso for tratado como nada esses numeros vao aumentar! quem abandona tem que ser criminalizado, punido e ponto final. Esse costume – descartar animais como sendo objetos – só terá fim quando as pessoas mudarem de atitude, quando tiverem mais consciencia e o conhecimento certo de que maltratar, abandonar, ferir, deixar de socorrer animais, é crime!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>