• Home
  • No planeta dos humanos

No planeta dos humanos

4 comments

imagem de cena do filme original Planeta dos macacos

Certos filmes podem, sim, mudar uma vida. Planeta dos Macacos mudou a minha. (Eu me refiro ao original de 1968, com Charlton Heston, escrito por Rod Serling e Michael Wilson e dirigido por Franlin Schaffner, e não à refilmagem de Tim Burton).

Se você não ainda não assistiu deve conhecer a história: astronauta do futuro cai num planeta onde orangotangos são déspotas, gorilas são militares e chimpanzés são cientistas. E os humanos são, enfim… animais. O final é surpreendente, mas eu não conto aqui.

Planeta dos Macacos me ensinou a fazer um exercício básico de consciência, previsto nas leis básicas do cristianismo: a inversão de ponto de vista. Na linha do “não faça ao outro o que você não quer que façam a você”. O filme mostrou macacos fazendo aos homens o que fazemos com os outros animais.

Homens, mulheres, idosos e crianças eram caçados no filme, manejados com absoluta brutalidade, encoleirados, jogados em jaulas, humilhados, submetidos a experiências cruéis. Afinal, eram “apenas” humanos, considerados inferiores e irracionais pelas autoridades símias. Absolutamente perturbador. Eu tinha 15 anos na época e saí do cinema olhando para os cachorros da rua com um olhar completamente diferente.

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Com certeza, Dagomir, todos deveriam assitir esse filme. Não tenho dúvidas que ele foi um empurrão para minha tomada de consciência!

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>