• Home
  • Funcionário abusa de perus e é condenado na Virginia

Funcionário abusa de perus e é condenado na Virginia

0 comments

Tradução por Marcela Couto (da Redação)

Um funcionário de um criadouro de perus no Oeste da Virginia foi condenado nesta Segunda-Feira a cumprir um ano de prisão em regime domiciliar. O homem é acusado de pisotear a cabeça de uma ave e bater o corpo de outra contra o chão repetidas vezes e de forma cruel, o abuso foi flagrado e gravado em vídeo por ativistas dos direitos animais.

Edward Eric Gwinn, natural de Crawley, será mandado para a prisão se violar os termos de sua sentença estabelecidos pelo juiz James Rowe, que também multou Gwinn em U$ 1,000 e ordenou que ele não se aproxime de animais domésticos.

As cenas de abuso foram flagradas e gravadas por uma operação do PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), que conseguiu acesso clandestinamente ao criadouro Aviagen Turkeys Inc., em Lewisburg.

“A promotoria tomou uma decisão significativa para todos os casos que envolvem crueldade contra animais em fazendas de criação, cujos abusos normalmente não são divulgados”.Disse a presidente do PETA Ingrid E. Newkirk em declaração. “Sugerimos a todas as pessoas sensibilizadas por este caso de violência que busquem mais informações sobre a dieta vegetariana”.

Com informações de WTKR-TV

 

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>