• Home
  • Moradores ficam encantados com aparição de urubu em Belo Horizonte (MG)

Moradores ficam encantados com aparição de urubu em Belo Horizonte (MG)

0 comments

Quem foi domingo passear na Praça da Liberdade, no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG), pôde ver uma cena singela e rara: um urubu andava tranquilamente entre as pessoas pelo calçadão em frente ao coreto. Alvo de fotografias, feitas com telefones celulares, e da atenção redobrada de crianças e cachorros de estimação, a ave ganhou até um alimento, levado por uma atenciosa senhora.

Segundo o guarda municipal Gilberto Correa, o bicho apareceu segunda-feira (18/5) e virou a sensação da praça. “Já esteve aqui até a Polícia Militar de Meio Ambiente para tentar capturá-lo, mas ele fugiu para o alto das árvores e só voltou ao chão quando os policiais foram embora”, disse o guarda, e acrescentou, brincando: “Este á o autêntico urubu malandro”.

O aposentado Antônio Pantaleão Nunes, que domingo descansava num banco em frente ao coreto, acredita que a diminuição de áreas verdes em torno da capital faz com que várias aves procurem o ambiente urbano. “Moro numa casa grande no Bairro Caiçara, que tem várias árvores frutíferas. Ultimamente, tem sido comum o aparecimento de aves, como alma-de-gato e pomba juriti, que antes não se viam na cidade”, explicou.

Já a bancária June Bracks, que passeava com o cachorrinho Dudu, ficou à vontade para fotografar a ave e deixou até que bicasse seu telefone celular. “Moro num apartamento de cobertura no Bairro Luxemburgo e, de vez em quando, aparece por lá também um urubu. Não tenho medo nenhum”, disse.

Enquanto a criançada se divertia com o animal, uma senhora, que vai à praça diariamente, disse ter visto o urubu pela primeira vez há uma semana.

Boa visão

O urubu que visita a Praça da Liberdade é semelhante aos da espécie conhecida como urubu-de-cabeça-preta (Coragyps atratus), os mais comuns. Tem hábito diurno e faz voos planados a grandes alturas. Alimenta-se de carcaças de animais e de frutas em decomposição, o que lhe dá grande importância por ajudar a limpar os ecossistemas. A espécie tem a cabeça depenada e um pouco rugosa, boa visão e olfato apurado.

O urubu-de-cabeça-preta faz seu ninho longe da presença humana. Os ovos, de cor cinza ou verde-pálida, são incubados tanto pelo macho quanto pela fêmea durante 32 a 40 dias. Os filhotes nascem com plumagem branca e são alimentados por regurgitação. Depois, ganham uma cor branco-rosada e penas um pouco azuladas. O primeiro voo ocorre por volta de 10 a 11 semanas e com cerca de três meses adquirem a plumagem de adulto.

Fonte: Minas

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>