• Home
  • Megaoperação exige desocupação de áreas destinadas à criação de gado

Megaoperação exige desocupação de áreas destinadas à criação de gado

0 comments

Mais de 200 homens do Exército, Força Nacional de Segurança, Polícia Militar e da fiscalização do Ibama, convocados de diversas regiões do país, estão mobilizados para uma megaoperação de desintrusão da Floresta Nacional (Flona) de Bom Futuro, em Rondônia.

A operação será desencadeada a partir de segunda-feira (11/5) e consiste basicamente em combate ao desmatamento, ao roubo de madeira e em notificação para retirada do gado da área. Os levantamentos realizados indicam a existência de 40 mil cabeças de gado criadas na área da Flona.

Os grandes criadores de gado serão notificados e terão no mínimo 180 dias para retirar os animais. A exploração de madeira da floresta, que é crime ambiental, será reprimida com rigor pelas autoridades ambientais.

A área total da Flona é de 270 mil hectares, sendo que 77 mil hectares já foram desmatados. A paisagem onde deveriam existir árvores e animais silvestres foi dominada por pastagens para o gado, lavoura de café e milho.

– Nós vamos controlar o acesso à Flona, zerar o desmatamento, identificar as pessoas que moram na área e realocá-las. Vamos cumprir uma decisão judicial, mas isso vai demandar do Incra planejamento para providenciar o reassentamento de aproximadamente 3 mil pessoas – alertou Paulo Volnei Garcia, do Instituto Chico Mendes em Rondônia.

A retomada do controle da floresta foi determinada pela primeira vez em 2004 pela Justiça Federal. A mais recente decisão judicial sobre Bom Futuro, em abril do ano passado, determinou que o gado seja retirado de lá.

Fonte: Terra Magazine

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>