• Home
  • Hoje é dia de vacinar contra raiva no DF

Hoje é dia de vacinar contra raiva no DF

0 comments

É hora de levar os animais para vacinação contra raiva. Postos estarão montados nas cidades do Plano Piloto (Asa Norte e Asa Sul), Cruzeiro, Octogonal, Setor Militar Urbano, Lago Norte, Varjão, Lago Sul, Jardim Botânico, São Sebastião, Brazlândia, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Guará I e Guará II, Águas Claras, Estrutural, Vicente Pires, Sobradinho, Sobradinho II, Planaltina, Paranoá e Itapoã.

Também serão montados postos de vacinação nas cidades onde os cães foram vacinados no dia 25 de abril. Dessa forma, quem não teve tempo para levar o seu animal para a vacinação, poderá levá-lo no sábado, de 9h às 17h.

Para esta etapa a Secretaria de Saúde continuará contando com o apoio de efetivo do Exército e a colaboração das escolas da rede pública, unidades de saúde, comércio onde serão montados os 172 postos de vacinação.

Transmissão

A transmissão da raiva no Distrito Federal está sob controle. O único caso de raiva humana ocorreu em 1978 e não se registra casos de raiva canina desde 2000 em nenhuma das Regiões Administrativas do DF. Entretanto continua sendo necessário que todos os cães e gatos sejam vacinados anualmente contra a raiva, para que não haja risco de reintrodução da doença no DF.

No dia 25, a campanha de vacinação foi realizada nas cidades do Gama, Santa Maria, Samambaia, Recanto das Emas, Taguatinga, Ceilândia, Riacho Fundo I e Riacho Fundo II. Conforme resultado provisório, foram vacinados um total de 42.326 animais. Comparando com dados de vacinação de 2007, esse quantitativo representou 75% de animais vacinados naquela ocasião. A meta este ano é imunizar 80% dos animais.

Somente cães e gatos com mais de três meses de vida e saudáveis podem receber a vacina. Fêmeas no cio, em período de gestação ou que estejam amamentando podem ser imunizadas, de acordo com a secretaria. Informações sobre o posto de vacinação mais próximo de casa podem ser obtidas no site da Secretaria.

Regras

Os donos dos animais devem estar atentos para algumas regras na hora da vacinação. Os animais não devem ser levados por crianças, que podem não conseguir controlá-los no caso de problemas com outros animais. Além disso, os cães maiores devem estar com focinheira para evitar riscos com de ataque a pessoas que estejam na fila ou mesmo aos agentes de saúde que atuarão na vacinação.

Por ano, cerca de 15 mil atendimentos de pessoas atacadas por animais são feitos na rede pública do Distrito Federal. Isso representa uma média de 41 casos por dia. Por isso, a necessidade de prevenir com a vacinação. A raiva pode ser transmitida de animais para humanos e pode matar se não forem tomados os cuidados adequados.

Fonte: Jornal de Brasília

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>