• Home
  • Operação Oxossi: PF prende português no Aeroporto do Galeão

Operação Oxossi: PF prende português no Aeroporto do Galeão

0 comments

Policiais federais da Interpol no Rio de Janeiro prenderam no início da noite desta sexta-feira, em continuação à Operação Oxossi, que combate o tráfico de animais silvestres, um cidadão português no Aeroporto Internacional Tom Jobim no Rio de Janeiro, ao desembarcar de vôo procedente de Portugal.

O português tinha mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Federal de São João de Meriti e o nome incluído na difusão vermelha da Interpol, que abrange 187 países.

As investigações demonstraram que o preso, que residia na Cidade do Porto, possuía grande variedade de animais silvestres originários do tráfico internacional para comerciar no mercado clandestino europeu e negociou várias vezes a compra e a troca de animais com o cidadão tcheco preso em 11 de março no Rio de Janeiro durante a Operação Oxossi.

Foi preso também, através da mesma difusão vermelha, no último dia 23, em Bali, Indonésia, um cidadão tcheco cuja extradição já foi solicitada ao Ministério da Justiça pelo juízo da 4ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, onde hoje tramita o processo.

A Operação Oxossi foi deflagrada em 11 de março pela Polícia Federal e mobilizou 450 policiais federais para cumprir 102 mandados de prisão e 140 mandados de busca e apreensão nos estados do Pará, Maranhão, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, além de mandados de prisão contra cidadãos de Portugal, Suíça e Republica Tcheca. As investigações apontaram que os envolvidos chegavam a comercializar 500 mil animais por ano. Entre as espécies mais negociadas estão diversos tipos de aves, jibóias, onças-pintadas, veados-mateiros e macacos-prego. No Rio de Janeiro o destino dos animais eram as feiras de Caxias/RJ, Honório Gurgel/RJ e Areia Branca/RJ.

Fonte: O Globo

About the Author

Follow me


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>